Como empreender com mais criatividade? Dicas para você inovar nos negócios e se tornar único, chamando assim a atenção do seu público.



Hoje escuta-se muito falar sobre inovação. O mundo em que vivemos não é mais o mesmo de apenas alguns anos atrás. A tecnologia tem avançado de forma surpreendente, e isso interfere diretamente na forma de nos relacionarmos, de nos comunicarmos e de fazermos negócios.

O consumidor está exausto de ver propagandas, e estas já não o tem chamado tanta atenção. As pessoas estão muito ocupadas para darem atenção às marcas, então é preciso que os empreendedores mudem sua forma de comunicar-se com o público.

Então, o conselho que quero te dar hoje para que você consiga vencer as barreiras que impedem que seu prospect chegue até você, é usar a sua criatividade para empreender.

Mas, como assim Jéssica? Eu não tenho criatividade!

Vamos lá…

Todas pessoas têm potencial criativo, mas nem todas exercitam esse potencial.

Então, continue lendo este artigo e veja a resposta para as perguntas abaixo que você provavelmente tem dúvidas:

  • O que é criatividade?
  • Por que você deve ser criativo?
  • Como funciona o processo criativo?
  • Por que hoje é mais fácil ser criativo?
  • Por que o marketing e design são importantes?
  • Como inovar na prática em seu negócio?
  • Como criar oportunidades?

O que é criatividade?

Começaremos definindo seu significado:

1.qualidade ou característica de quem ou do que é criativo.

2.inventividade, inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar, quer no campo artístico, quer no científico, esportivo etc.

FONTE: google.com

A criatividade é a solução de um problema. Mas você precisa descobrir primeiro qual é esse problema. Pode ser uma situação que as pessoas enfrentam; uma dificuldade qualquer de seu público que você tem a resposta.

Para que fique mais claro lhe darei um exemplo. A maioria dos smartphones não possuem uma câmera frontal com a mesma qualidade da câmera traseira, e para capturar imagens (vídeos e fotografias) de si mesmo com a câmera traseira é bem difícil, por não ter como você se ver. Aí as chances da imagem ficar fora do enquadramento são enormes.

E pior ainda que isso, é se a câmera desligar enquanto você está gravando seu vídeo e, você ficar falando um tempão e só depois perceber que falou para o nada rs. Isso por exemplo é uma situação que já aconteceu comigo várias vezes.

Mas, uma empresa incrível chamada MySelf identificou esses problemas enfrentados pelas pessoas, e criou um objeto, que inserido no aparelho do usuário juntamente com um aplicativo da marca permite à pessoa se ver enquanto faz vídeos ou fotos.

Não é incrível?

E a MySelf disponibilizou um cupom com 10% de desconto para meus leitores! Agora você não tem mais desculpas para não gravar vídeos com conteúdos educativos para sua audiência! Basta acessar o site deles, fazer o processo de compra normalmente, e antes de finalizar você insere o CUPOMJESSICA; dá ok e conclui seu pedido.

Espero que você tenha curtido este exemplo de uma empresa que usou a criatividade para lançar um produto simples e inovador que resolve um problema que muitos enfrentam. Que te sirva de inspiração!

Por que você deve ser criativo?

Por que ser criativo em? Já pensou nisso?

Existem alguns ótimos motivos para você buscar a criatividade:

Para conquistar coisas maiores e melhores

Pessoas criativas conseguem passar pelos desafios com muito mais facilidade. Elas possuem uma visão mais ampliada para enxergar as possibilidades e oportunidades.

Para construir uma autoridade no meio digital

Se ser criativo no mundo físico já é importante, imagina no digital! Existem muitos profissionais, marcas e empresas disputando a atenção das pessoas na internet, portanto, é preciso inovar para ser notado. E autoridade se constrói somente quando se utiliza a criatividade para fazer diferente do que todos estão fazendo.

Para ser valorizado em seu trabalho

Talvez você seja um empreendedor, mas dentro do seu emprego (sim, isso é possível). Quando você não se conforma com o convencional e cria novas maneiras de fazer o seu trabalho, conseguindo resultados ainda melhores por isso, todos vão enxergar seu valor.

Para não ser mediano

Pessoas medianas são aquelas que se estacionam na zona de conforto, isto é, para elas tanto faz o jeito que as coisas estão, mas não querem se mover em direção à mudança.

Ao exercitar sua criatividade você se torna um explorador de oportunidades. Você passa para um novo nível todos os dias.

Para se orgulhar de si mesmo e alimentar sentimentos de vitória

Não sei você, mas eu adoro desafios. E quando os enfrento utilizando meu poder criativo me sinto muito vencedora! Completamente leve…

Sabe aquela sensação de dever cumprido? Bem isso!

E ao me orgulhar de um bom trabalho realizado os sentimentos de positividade simplesmente invadem minha alma por completo.

Queira sentir isso também, é surreal!

Para ser mais respeitado

Lá em cima falei sobre ser mediano, não é? E pessoas medianas não conseguem obter respeito dos outros. Agora, quando você deixa a criatividade fluir, pega e faz, perceberão que você é um serumaninho mais digno. O respeito (e despeito também rs) será apenas uma consequência das suas atitudes admiráveis.

Para ser um bom líder

Não é possível gerenciar (adequadamente) pessoas sem ter e usar a criatividade. Ela torna-se essencial até mesmo para que o líder identifique as qualidades, dificuldades e personalidades de seus liderados, e assim saiba lidar com cada um individualmente, melhorando como consequência os resultados de toda equipe.

Fez sentido para você o porquê de ser criativo? Bom, acredito que você queira deixar sua marca no mundo e, usando sua criatividade isso será completamente possível.

Como funciona o processo criativo?

Sabia que existem algumas etapas para desenvolver e colocar sua criatividade em prática?

Talvez você nunca tenha seguido esses passos conscientemente e já tenha obtido resultados satisfatórios. Mas experimente agora utilizar essa metodologia e me fale depois se sua criação saiu ainda melhor (acredito que isso acontecerá)!

Identificação

Essa é a fase de descobrir o problema (um problema que seu público ou o mercado enfrentam). Se dedique bastante aqui. Levante dúvidas, possibilidades, situações.

É a etapa de buscar informações para gerar uma nova ideia. Podem ser informações diretas e/ou indiretas, ou seja, informações ligadas diretamente ao problema que você encontrou ou informações sem muita conexão direta, mas que podem contribuir de alguma forma com a ideia.

Incubação

Se incubar é uma imersão no mundo criativo, só que longe do problema em si. Calma que você vai entender.

Suponhamos que você esteja super focado na geração de uma determinada ideia. Mas as horas ou períodos seguidos pensando em como resolver o problema podem te deixar muito estressado.

Não é ideal que você continue assim, pois essa não é a maneira de solucionar a questão.

O certo é você ir descansar, se afastando um pouco do problema. Fazer uma atividade física, por exemplo, pode ser uma forma de incubação.

Dependendo do seu projeto, esse isolamento do problema pode ser tirar uns dias de férias, ou sair para se divertir com os amigos.

E como já disse Einstein:

Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio – e eis que a verdade se me revela.

Aquecimento

Conseguiu relaxar? Descansou o corpo e a mente? Se sim, agora então retornamos ao problema.

Nessa fase é interessante realizar um brainstorm por exemplo, que é uma “chuva de ideias”. Isso é para estimularmos a criatividade.

Comece a anotar tudo que você pensou, discutir a ideia com outras pessoas ou com sua equipe pode ser interessante.

Iluminação

Há quem diga que existem seres iluminados. Mas de fato a iluminação pode aparecer sem grande esforço físico e mental. Porém, ela é o resultado da “preparação” e “aquecimento”, e pode vir antes das outras etapas.

A bagagem que carregamos da vida, como experiências, pessoas que nos relacionamos, filmes que assistimos, livros que lemos, músicas que ouvimos, fazem total diferença no processo criativo. A ideia pode vir quase pronta como num passe de mágicas… porém, ela nada mais é do que a manifestação da cultura que temos.

Elaboração

É como tirar uma ideia abstrata do papel e concretizá-la. É a fase de execução da mesma.

Mas, para isso é importante um bom planejamento para lançar essa ideia. A organização é fundamental para que tudo saia conforme o esperado.

Verificação

Chegando aqui sua ideia já foi feita, não é?

Então agora é a hora de testá-la, e comprovar que é uma “solução” de fato. Às vezes será preciso esperar determinado tempo para conseguir essa comprovação.

Você pode, por exemplo, escolher uma amostra de pessoas que se encaixam no público que deseja alcançar, e pedir para que elas testem seu produto (não importa que produto seja).

Aí então faça uma análise de como foi a aceitação. Pergunte à essas pessoas o que gostaram e o que não gostaram do mesmo, e o que faltou para que ele fosse melhor.

Se os resultados desse teste forem satisfatórios e comprovarem a eficácia de seu produto, aí sim você poderá lançá-lo no mercado tranquilamente. E tendo surpreendido as pessoas que o testaram, seu produto já iniciará com elogios e depoimentos positivos.

E aí? Está pronto para iniciar seu processo criativo?

Compartilhe este artigo com seus amigos através dos botões acima, eles vão adorar aprender mais sobre criatividade!

Por que hoje é mais fácil ser criativo?

Antigamente não se tinha muitos recursos para facilitar a criação de algo.

Mas nos tempos de hoje temos acesso a conteúdos diversos, como em blogs, YouTube, redes sociais, filmes e seriados, livros, palestras e eventos.

A informação está disponível para praticamente todas as pessoas. Com a tecnologia o mundo tomou uma nova forma.

O que não era imaginado um dia, hoje é mais que comum, como por exemplo os computadores com sistemas inteligentes, smartphones, onde você se comunica com quem quiser de forma super rápida, e ainda pode utilizar vários aplicativos para gerenciar suas tarefas, seu tempo, e organizar sua vida.

Não precisamos mais de câmeras analógicas e limitadas, pois nossos smartphones também capturam todos os nossos momentos de forma rápida e com mais qualidade.

E a computação na nuvem? Ter todos os seus arquivos armazenados online com segurança extra não é demais? O HD do computador agradece o espaço livre rs, e sua bolsa sem um HD externo com certeza ficará mais leve.

E o que dizer então da realidade virtual? Visitar outros países e lugares não é mais algo tão complicado. Com um óculos Rift isso é possível e nem custa tão caro assim.

Por que o marketing e design são importantes?

O marketing é a estratégia. O design é o desenho dessa estratégia; ele é a forma como as pessoas a verão.

Ambas disciplinas são importantes para passar autoridade e ser inovador no seu negócio.

Mas aconselho que você tenha boas noções de design: elementos, cores, fontes, ilustrações, combinações, formatos, etc, principalmente se for você que irá criar esses layouts.

Porém, como empreendedor que deseja expandir é melhor que você invista em bons profissionais para fazem as estratégias e o design para você, assim como também a parte mais técnica de tecnologia (programação).

Não tente ser bom em tudo, porque isso é literalmente um tiro no pé. Tenha noções para saber escolher bons profissionais; mas delegue tudo que for possível!

Como inovar na prática em seu negócio?

Agora lhe darei algumas dicas de como você pode empreender com mais criatividade. Isso não tem nada a ver com criar um carro à bateria que flutua. Relaxe! Se você criar um carro assim como falei seria incrível com certeza. Mas quero que você compreenda que inovar não é apenas criar coisas complexas. A inovação precisa fazer parte de seu dia a dia como empreendedor.

Vamos às dicas?

Utilize as novas mídias adequadamente: Instagram, Facebook, Twitter, Snapchat, Periscope, Linkedin, blog. O seu público está presente nelas em peso, e você precisa estar também.

Construa relacionamentos e crie histórias (storytelling), pois elas geram conexão com as pessoas, e use analogias para explicar determinado assunto, pois facilita o entendimento do leitor ao tornar sua ideia mais lógica. Um exemplo: O capitão é a cabeça, e os soldados são o corpo. A cabeça é o que comanda o corpo, certo? Então, o capitão é quem lidera os soldados.

Foque em produzir conteúdos que gerem valor à sua audiência, e não apenas conteúdos de vendas. O marketing de conteúdo funciona e, pode proporcionar resultados como você jamais obteve em seus negócios.

Pense no gatilho mental da reciprocidade. Quando você entrega conteúdos gratuitos e ajuda a solucionar as dúvidas do seu público dentro da especialidade da sua marca, as pessoas reconhecem seu interesse em ajudá-las, e um dia vão querer te retribuir. E como? Comprando seu produto e/ou te indicando para os amigos.

Mostre que é referência em sua área de atuação. E ao utilizar as novas mídias e distribuir bons conteúdos gratuitos você comprova seu profissionalismo.

Interaja com seu público nas mídias sociais, pois relacionamentos são fundamentais! Responda aos comentários de seus seguidores, curta as fotos deles, seja sempre muito atencioso, porque todos estão te observando, pode ter certeza!

Valorize as ideias que chegam até você. Por qual motivo você acredita que a vaca do vizinho produz mais leite que a sua? Pare com isso! Seja um empreendedor que reconhece os talentos que tem. Você só será valorizado pelo mercado quando aprender a se valorizar. Saiba que se uma ideia boa chegou e você nem deu ideia, ela pode ir parar em outro canto.

Não tenha medo de ousar. As pessoas que precisam gostar da sua ideia. Apenas prepare-se para apresentá-la. Só porque nenhuma empresa está fazendo algo não significa que você não deva fazer também. Talvez funcione, talvez não. Mas testar nunca é desperdício de tempo quando se age com consciência.

Busque referências de empresas, pessoas, produtos, etc. É muito provável que olhando para essas referências venham insights interessantes a você.

Entenda a hora de relaxar para depois voltar ao processo, pois excesso de concentração às vezes torna-se uma barreira para sua criatividade fluir. O equilíbrio é sempre importante.

Não espere ideias prontas e perfeitas, pois na maioria das vezes você terá de trabalhá-las e aperfeiçoá-las depois de lançadas. Por mais que tudo seja minuciosamente planejado, só sabemos ao certo a reação das pessoas depois de apresentar o projeto oficialmente a elas, afinal, são elas que comprarão, não é mesmo?

Busque a diferenciação, e ela você conseguirá seguindo todas as dicas que deste artigo. Existem várias maneiras de se diferenciar como profissional, diferenciar seu produto, serviço ou sua marca. Use a criatividade e inove!

Seja proativo. Lance ou antecipe tendências. Algo que nunca se ouviu falar ainda pode passar a existir através de você. Acredite em si mesmo e no seu potencial de empreender com criatividade.

Busque qualidade, e não quantidade. Não queira fazer tudo ao mesmo tempo. Foque em uma coisa de cada vez e dê o seu melhor nisso.

Descubra o que estimula sua criatividade. Talvez seja ir ao teatro ou cinema, ou então, ler um livro.

Se você acredita muito em algo que não funcionou de primeira, continue tentando. Talvez sua ideia seja realmente boa, mas só não chegou ainda o momento dela. Henry Ford, Bill Gates e John Creasey só acertaram depois de muitas tentativas.

Aprenda a enxergar novas ideias em um mesmo material. Ex.: Ler um mesmo livro mais de uma vez. Pode ter certeza de que na segunda e até terceira leitura você terá uma visão ampliada do que foi lido.

Aprenda a fazer muito com pouco recurso e não espere tudo melhorar para colocar uma ideia em prática. O momento perfeito pode nunca chegar, então vire-se com o que você tem.

Faça parcerias com quem pode te ajudar de alguma forma, e, é claro, com quem você também tenha algo a contribuir.

Pare de ver coisas ruins. Nossa criatividade é influenciada pelo que consumimos no dia a dia. Foque-se em observar o que vale a pena e não perca tempo com aquilo que não acrescentará nada em sua vida.

Desenvolva a habilidade de encontrar problemas que as pessoas possuem. Seja mais observador. Ouça mais, fale menos. Converse com as pessoas despretensiosamente e tente compreender as dificuldades que enfrentam, pois dessa forma você poderá criar soluções através de seu negócio.

Seja mais prático. A vida pode ser mais simples, portanto, descomplique as coisas! Acabe com o mimimi e faça o que deve ser feito.

Tenha metas alcançáveis. De nada adianta criar metas fora da realidade, pois o não alcance das mesmas te fará sentir-se frustrado.

Como criar oportunidades?

Algumas pessoas dizem não ter oportunidades na vida, mas elas existem para todos. A diferença é que alguns sabem abraçá-las, enquanto outros só conseguem reclamar.

Mas é possível inovar em meio ao fracasso. Se você souber usar sua criatividade os limites não existirão em sua batalha, e das dificuldades sairão suas ideias mais loucas e geniais.

Como todos devem saber, recentemente o jogo Pokémon Go foi liberado no Brasil, e foi uma febre total. Mas para ir caçar Pokémons às vezes pode ser bem perigoso, então um rapaz pai de família que estava desempregado aproveitou a onda do momento e passou a oferecer serviço de motoboy caçador de Pokémons haha.

O moço foi genial, pois também disponibilizou carregador de celular, já que é um jogo que consome muito a bateria do aparelho. Sua história viralizou na internet.

Um outro exemplo de profissional que inovou foi o Hélder Tebaldi, um amigo personal que começou a dar aulas de funcional na praça do bairro aonde mora.

Um profissional de educação física poderia muito bem pensar não ser possível empreender sem montar uma academia. Mas quem disse que precisa ser uma academia? Existem muitas outras formas de começar o negócio próprio, e não precisa-se necessariamente iniciar com um alto investimento.

Hoje o Hélder já possui muitos alunos, e recentemente produziu um evento que reuniu mais de 150 participantes. Agora ele já está montando seu studio de ginástica funcional.

Percebeu como as oportunidades se criam? Está esperando o que para criar as suas?

Pare de reclamar do que está ruim, mas transforme os problemas em soluções! Existem inúmeros outros exemplos de empreendedores que fizeram isso.

Pare de se limitar. Abra a cabeça para criar suas oportunidades e inove!

Empreender criativamente é uma decisão que exige muito foco, determinação, estudo, empenho, e, principalmente, atitude para sair da zona de conforto.

Eu desejo que você consiga ultrapassar seus limites e se destaque no que vier a fazer, e ainda, que descubra o que realmente ama!

E aí, o que achou do artigo?

Se quiser aprender mais, assista o replay do Webnar que fiz com o Raphael Moraes do blog não é só foto ! Aproveite para se inscrever em meu canal e não perder nenhuma novidade.

Compartilhe este post com seus amigos, tenho certeza que eles vão gostar de saber como empreender com mais criatividade.

E também cadastre seu e-mail no box de captura abaixo para participar da minha lista Vip e receber dicas exclusivas e novidades do blog.

Um grande abraço!;)

Jéssica Coelho


  • Obrigado pelo artigo.

    O conteúdo é muito bom, ele em paralelo do Webnar ficou fantástico. Você trás tudo aquilo que foi conversado em conteúdo escrito, que serve como suporte para poder usar a qualquer hora do dia. Parabéns pelo artigo.

    • Fico muito feliz que tenha gostado Lucas! Obrigada por me acompanhar. Sucesso pra gente! Abraço 🙂